recent posts

01 setembro 2015

Resenha: Good Doctor.

Olá Brigadeiros.

Tudo bem com vocês? Já faz um bom tempo que terminei Good Doctor, mas só agora, me toquei que ainda não tinha feito a resenha (rsrs). Esse dorama conseguiu um feito, já que, foi o único que minha tia assistiu até o final e além disso amou, olha que ela não gosta nem de ouviu o áudio dos meus doramas. (rsrs)

Nome: Good Doctor.
Gênero: Romance, Medicina, Comédia e Melodrama.
Ano: 2013.
País: Coreia do Sul.
Episódios: 20
Nota: ♥♥♥♥♥ [+]
Sinopse: Park Shi Ohn é um jovem autista que sofre de savantismo, uma doença em que se desenvolve genialidade em um assunto especifico, mesmo que a pessoa tenha a mentalidade de uma criança de 10 anos. Good Doctor gira em torno do desenvolvimento de Ohn como um médico pediátrico e como fará para superar suas limitações cognitivas e afetivas.  

Opinião: Não é novidade nenhuma o quanto sou fã de Joo won e seria uma injustiça enorme falar sobre o dorama e não dizer o quanto a atuação dele foi perfeita, tinha horas que acreditava que ele era mesmo autista. A respeito da historia é difícil falar sobre ela, já que a temática foi uma das melhores que vi, pois focava em um problema social que é pouco citado nos dias de hoje e fora o autismo a cada episodio também podemos conhecer personagens diferentes com problemas diferentes e mesmo a tudo isso ainda podemos dar boas risadas. 


Park Shin On é autista e sofre da síndrome de Savant, uma doença que faz com que o portador seja um prodígio em alguma área, no caso do nosso mocinho é na medicina. O problema é que o rapaz possui uma mentalidade de uma criança de 10 anos. Quando ele era mais novo acabou vendo seu coelho e irmão morrendo na sua frente, isso acabou servindo de incentivo para se tornar médico, ou seja, seu sonho é fazer com que as crianças cheguem a fazer a adulta, coisa que seu irmão não pode fazer. (Lagrimas descendo).  Mesmo possuindo a habilidade de diagnosticar um paciente apenas olhando, sofre preconceito devido sua deficiência e durante seu período de residente tem que provar que é capaz de ser um bom médico mesmo com tantas dificuldades.

 

Park Shin On é um personagem cativante que de cara me conquistou, ele possui um jeito inocente e bem atrapalhado de ser, mas sem ter aquela coisa forçada, entende? Tudo pareceu muito natural, como dito antes cheguei a acredita que ele era autista mesmo. O que mais gostei nele, além do seu jeitinho fofo, foi sem sombra de dúvidas, sua força de vontade, já que, sempre se manteve insistente e firme forte. Certo que teve horas que ele fraquejava, mas quem não iria?

No seu trabalho ele acaba conhecendo Yoon Seo e eles começaram a criar um lanço de amizade que logo vai se tornando algo a mais (Sacaram!?) . Ela é aquela personagem feminina de personalidade forte que todo mundo ama. O mais legal dela é que sempre está apoiando o principal, além disso mostrou o mundo que ele não conhecia e sabia dar uma boas broncas quando era necessário.


No começo não gostava do Kim Do Han, motivos? Pois bem, ele era bem frio com Park Shin On, mas foi mudando aos poucos e quando você for assistir irá descobri mais ou menos o porque dele ter agido assim. Agora focando nele, ele é um renomado cirurgião que possui a admiração de todos e o cara faz por merecer, viu? A Yoon Seo gostava dele, sabe aquela historia da mocinha que gosta do chefe? Pois é, mas como também é comum nessas historias, Kim Do Han tem uma noiva e a bicha é diva.



 

Choi Wo Suk, diretor do hospital,  foi uma especie de pai para Park Shin On e foi ele que conseguiu por o rapaz no hospital. Sabe esse personagem meio que o adotou quando ele era mais novo e assim foi ensinando aos poucos sobre medicina. Não tenho muito que falar, pois Wo Suk tinha mais uma figura paterna.

Também temos o Chefe do Departamento de Cirurgia Pediátrica, Choong Man, um dos personagens mais engraçados da trama, principalmente quando estava perto do seu fã numero 1, adivinha quem é? Sim, Park Shin On, isso por causa dos calos que ele tem na mão (Por causa do Golfe), mas que o rapaz acha que é por causa das inúmeras cirurgias feita por ele. Dessa forma seu fã sempre o deixava sem graça e as vezes irritado. O legal nesse personagem é a forma como ele vai mudando ao longo da trama, pois antes parecia mais que estava no lado do vilão do que dos mocinhos, entretanto ele soube evoluir e ir em direção ao lado da luz. 



Também não podemos deixar de fora os enfermeiros que foram os grandes culpados por minhas risadas. Já tinha visto o ator Chang Suk no Kill me Heal me como psiquiatra e juro que nunca o imaginei como enfermeiro e muito menos com sininho. Já a Jin Kyung para quem a viu em Pinnochio, deve estranhar ver-la em uma personagem tão cômica e engraçada.
Os dois vivem brigando, mas formaram um dos melhores casais que já vi.  Falar deles e não citar as crianças e um crime (rsrs). Como o dorama foca na área Pediátrica iremos conhecer alguns pacientes pequenos e fofos, além disso vai aparecer historias que marcaram, ok?


Quero dar um pouco mais de destaque a In Hae uma garota forte que precisa ficar internada no hospital na espera de uma transplante. Logo no começa já cria uma simpatia pelo Park Shin On e meio que vira uma conselheira amorosa dele. Ela tem uma irmã mais velha que faz qualquer coisa por ela, inclusive trabalhar muito para pagar as contas do hospital.

 

Sobre o final, só irei dizer que gostei! Não sei se fiz uma boa resenha, mas espero que tenha conseguindo convencer-los de assistir esse maravilhoso dorama. Quem já assistiu, deve ter reparado que eu não falei daquela briga por poder do hospital...Pois bem, não esqueci desse fato, mas para mim foi uma coisa desnecessário no dorama, já que, foi a coisa mais chata da historia. Então como não gostei dessa parte, achei melhor nem colocar. 
Espero que tenham gostado. 

Nenhum comentário

Postar um comentário

Vai comentar? Eba, mas antes precisa saber algumas regras.

✖ Pode usar palavrão portanto que não xingue ninguém.
✖ Comentários usados apenas por divulgação serão excluídos.
✖ Estou te seguindo segue de volta? Se eu gostar do blog sim, mas evite fazer essa pergunta.
✖ Deixe o seu link no final do seu comentário para que eu possa retribui-lo.

Agora que já sabe as regras, pode comentar a vontade.

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo